O fantasma de Canterville

Estreou em 1998 no Castelinho do Flamengo seguindo, depois, para o Teatro Gonzaguinha do Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Foi apresentado, ainda, no Sesc Friburgo (RJ) e no Sesc-Maceió (AL) integrando a I Mostra Sesc de Teatro.

O fantasma de Canterville conta a história do fantasma que, há mais de 300 anos, assombrava moradores e visitantes do Solar de Canterville. Mas o fantasma inglês jamais poderia imaginar que seria vendido junto com o solar a uma incrédula família americana que não se deixa impressionar por gargalhadas macabras, passos à meia-noite ou correntes que se arrastam pelos sombrios corredores da mansão.

O que se verá são as constantes e frustradas tentativas que Sir Simon de Canterville empreende contra a família Otis, resultando numa hilariante crítica, tanto às tradições inglesas quanto à superficialidade moderna. Oscar Wilde constrói uma narrativa que agrada a toda a família. Crianças, adolescentes e adultos se divertirão com as trapalhadas do Fantasma de Canterville.

O espetáculo alia o trabalho dos atores sobre a tradição dos relatos orais aos recursos de sonorização consagrados pelas novelas radiofônicas e à manipulação de uma série de objetos inusitados que ajudam a criar o clima cômico-terrorífico das fracassadas tentativas de nosso fantasma de Canterville para assustar os novos moradores do solar.

Elenco:

Vilma Melo
Oscar Saraiva

Ficha Técnica:

Autor: Oscar Wilde
Direção: Antonio Guedes
Tradução e Dramaturgia: Fátima Saadi
Sonoplastia: Antonio Guedes e João Mendes